Categoria ‘Cuidados com crianças’

PostHeaderIcon Saúde bucal para crianças – Tirinha da Mônica

saude-bucal
Conselhos da Mônica para uma saúde bucal

PostHeaderIcon Crian?as com sobrepeso podem sofrer de depress?o e ansiedade

Fofinho, gordinho. Palavras como essas podem trazer impactos no emocional das crianças. Veja  como contornar a situação

obesidade-infantil-2

O impacto do sobrepeso na vida da criança não acontece somente em sua saúde física. Meninos e meninas ainda no jardim da infância podem demonstrar sinais de sentimentos negativos, como depressão, solidão e ansiedade, devido ao peso acima do normal. É o que mostra um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos. Ainda de acordo com a pesquisa, as meninas sofrem mais com o problema, que pode se agravar ao longo dos anos para ambos os sexos.

Isso acontece, principalmente, devido aos rótulos que essas crianças recebem em relação ao seu corpo. Segundo Glauci Favilla dos Santos, psicóloga infantil do Hospital São Camilo (SP), até mesmo algumas brincadeiras que acontecem dentro de casa, mesmo sem intenção, são capazes de prejudicá-las.

Na escola, a situação pode se agravar. Muitas vezes ela é motivo de piada e segregada das atividades por outros colegas. Esse bullying que a criança sofre faz practice online blackjack atlantic city com que ela se isole e se deprima.

Os pais devem estar atentos desde o princípio. É fundamental perceber o quanto antes que o filho está fora do peso ideal e, com a ajuda de especialistas, fazer mudanças na rotina da criança não só em relação à sua alimentação. Cientistas do Medical College of Georgia revelaram que menos de uma hora de exercícios diários reduzem sintomas de depressão em crianças acima do peso.

“Quando a criança faz um esporte, seja natação ou futebol, ela entende que é capaz, conhece seu potencial e sabe que está fazendo um bem a ela. Isso reflete em sua autoestima”, diz Glauci. Mas, como em qualquer etapa da vida da criança, tanto a dieta quanto os exercícios só vão funcionar se existir apoio e incentivo dos pais.

E a escola também tem o seu papel: ao perceber a existência de bullying na instituição, é importante estabelecer medidas para que esse tipo de agressão não evolua dentro do ambiente escolar.

Fonte: http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI80847-15149,00.html acessado em 27/06/2013 às 14:07h.

PostHeaderIcon Outono: como cuidar da sa?de do seu filho

Com a chegada dessa estação, surgem também algumas doenças típicas, como a gripe e o resfriado. Confira dicas para passar por esse período com tranquilidade

Ana Paula Pontes

Quando o outono chega, junto com ele vêm a queda das temperaturas e o aumento da circulação de vírus no ar. Nesta época do ano, é comum as crianças apresentarem infecções respiratórias, como gripe, resfriado, bronquiolite, pneumonia. E aquelas que têm alergia, como asma e rinite, sofrem um pouco mais.

É comum também a criança ter várias infecções ao longo dos meses. “Os pais às vezes pensam que a criança tem algum problema específico de imunidade. E não é isso. É normal as repetições de infecção”, diz Eliane Henriques Moreira Alfani, pediatra do Hospital São Luiz (SP).

Para você passar por essa fase de tosse, espirros e nariz entupido com mais tranqüilidade, selecionamos algumas dicas que podem ajudar a evitar algumas complicações no seu filho e outras para amenizar alguns desconfortos provocados pelas doenças:

Prevenção

– Consulte o pediatra do seu filho sobre as imunizações que ele pode fazer. A da gripe é uma delas;

– Evite que a criança fique em locais abafados e com aglomerações, que facilitam a transmissão de infecções;

– Aumente a ingestão de líquidos e mantenha uma alimentação saudável, para fortalecer a imunidade da criança;

– Não deixe seu filho ficar exposto à chuva, garoa ou frio intenso (especialistas em baixar a imunidade);

– Evite, sempre que possível, o contato da criança com outras pessoas doentes;

Menos desconfortos

– Nariz entupido deixa a criança irritada. Para aliviar a congestão, lave as narinas com soro fisiológico e estimule a criança a assoar o nariz várias vezes ao dia. Nos bebês, você pode usar um bulbo macio de borracha para aspirar a secreção espessa;

– Ao deitar, a respiração pode ficar prejudicada se o nariz estiver entupido. Vale elevar um pouco o travesseiro da criança e fazer uma inalação com soro fisiológico para desentupir as vias aéreas;

– Se a febre do seu filho estiver muito alta, não deixe de procurar o pediatra. Antitérmicos, compressas e banhos mornos ajudam a baixar a temperatura.

Atitudes em casa que ajudam

– Para eliminar o pó, limpe a casa com pano úmido e aspirador diariamente. As vassouras levantam poeira;

– Troque as roupas de cama da criança duas vezes por semana;

– Retire tapetes, carpetes e bichos de pelúcia do quarto do seu filho;

– Não entulhe coisas em estantes, para evitar acúmulo de poeira.

Sem estresse

– Estar com o filho doente não é nada agradável. Mas é importante controlar a sua ansiedade, para que a criança fique mais calma;

– A hora do remédio pode ser um estresse. Seja firme, sem perder o controle;

– Quando as crianças estão doentes, é comum o apetite ir embora. Ofereça a alimentação, mas não force;

– Fique sempre por perto. Essa troca de carinho faz muito bem ao seu filho.

Fonte: http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI65990-15326,00-OUTONO+COMO+CUIDAR+DA+SAUDE+DO+SEU+FILHO.html

PostHeaderIcon Cabelo de Criança na Praia

Crianças brincando na praia de castelo de areia

Além dos conhecidos cuidados com a pele dos pequenos, que incluem o uso de protetor solar adequado e a exposição nos horários antes das 10h e depois das 15h, o cabelo das crianças também precisam de atenção, pois sofrem com a ação do sol, mar e vento.

O uso de um creme para pentear com FPS é uma excelente opção, assim como a dupla shampoo e condicionador com agentes hidratantes e protetores dos fios. Usar chapéu ou boné é outro cuidado essencial que protege a pele do rosto dos raios solares e, é claro, também os cabelinhos. Se possível, um banho de água doce ajuda a remover o sal da pele e do cabelo, evitando o ressecamento de ambos.

No mais é deixar os pequenos curtirem a deliciosa aventura de estar no melhor parque de diversão infantil que a natureza nos deu.

Bom verão para você e suas crianças. Sempre bem cuidadas e felizes!

De: naturacabelos